QUAL DESTES CANDIDATOS A PREFEITO SERÁ SEU VOTO

segunda-feira, 11 de março de 2019

Lei do Agente de Combate as Endemias de Angra dos Reis

LEI Nº 2.957

Dispõe sobre normas para combate aos mosquitos da Dengue e Febre Amarela e penalidades ao cidadão que não tomar medidas profiláticas para eliminação dos mosquitos da Dengue e Febre Amarela no município de Angra dos Reis e dá outras providências.

Art. 1° Aos moradores ou ocupantes de imóveis residenciais, rurais, estabelecimentos públicos e privados, comerciais, industriais e congêneres,
ficam responsáveis por tomar medidas de prevenção e eliminação dos
criadouros dos mosquitos da Dengue e da Febre Amarela.

Parágrafo único. Para efeito do cumprimento do caput desse artigo, ficam
os responsáveis a:
I - manter e conservar limpos os quintais, jamais deixando ao ar livre pneus,
latas, plásticos, garrafas e outros objetos ou recipientes em geral que possam
acumular água parada e sirvam como criadouros para vetores;
II - vedar adequadamente caixas d’água, tinas, barris, cisternas e recipientes
similares que possam acumular água parada;
III - trocar os suportes de vasos de plantas em intervalos máximos de 2
(dois) dias ou, a critério do Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de
Controle de Vetores, que levará o caso concreto, substituí-los ou preenchê-los
com areia ou similar.

Art. 2° Os proprietários ou responsáveis por obras, em andamento ou
concluídas, bem como terrenos baldios, ficam obrigados a:
I - adotar medidas tendentes à drenagem permanente de coleções hídricas
originadas ou não por chuvas, bem como a limpeza das áreas de sua
responsabilidade, providenciando o descarte de materiais inservíveis que
possam acumular água parada;
II - remover os entulhos e recipientes que possam conter água parada em
terrenos baldios;
III - manter convenientemente fechados, permanentemente drenados,
periodicamente limpos e capinados os terrenos baldios e, caso sejam
encontrados focos de mosquitos e larvas, adotar medidas destrutivas, de
acordo com as respectivas normas técnicas.

Art. 3° Os proprietários de estabelecimentos industriais, comerciais,
prestadores de serviços nos ramos de laminadores de pneus, empresas de
recauchutagem, borracharias, depósitos de materiais em geral, inclusive
construção, ferros-velhos, desmanches e similares, além do disposto nos artigos
anteriores, ficam obrigados a:
I - manter os pneus armazenados em locais secos e cobertos, de modo a não
acumular água em seu interior, ficando proibido seu depósito descoberto em qualquer hipótese;

II - manter secos e abrigados da chuva quaisquer recipientes, avulsos ou não,
suscetíveis ao acúmulo de água;
III - atender prontamente as ordens dos Agentes de Combate às Endemias
designados pelo Município de Angra dos Reis.

Art. 4° Os responsáveis por cemitérios e serviços funerários do Município
ficam obrigados a:
I - manter permanentemente areia nos vasos para acomodação de flores nos
cemitérios;
II - dispor de placas de orientação sobre cuidados a serem tomados para a
prevenção da Dengue e Febre Amarela, especialmente com a proibição de
manter vasos com água nos túmulos e jazigos;
III - exercer rigorosa fiscalização na área do cemitério, determinando a imediata
retirada de quaisquer vasos ou recipientes que contenham ou retenham água,
permitindo o uso apenas daqueles com terra, areia ou similar;
IV - exigir que só sejam levados para dentro dos cemitérios vasos que tenham
fundo com orifícios para escoamento de água.

Art. 5° O Município de Angra dos Reis, através da Fundação de Saúde de Angra
dos Reis - FuSAR e demais órgãos competentes, ficam incumbidos de:
I - pesquisar, planejar, orientar, fiscalizar, coordenar e executar medidas
e ações que visem à promoção, preservação e recuperação da saúde, bem
como promover e incentivar a esfera pública ou privada a realizar estudos de
programas de ordem sanitária do Município;
II - realizar inspeções rotineiras em todo o Município para levantamento de
índices de infestação desses vetores nas habitações, estabelecimentos públicos
ou privados, entidades e instituições de qualquer natureza, terrenos ou
logradouros públicos ou privados, garantindo acesso após a identificação;
III - promover a Educação em Saúde através de palestras em escolas, entidades
da sociedade civil organizada, programas de rádio e televisão, sobre a prevenção
da Dengue, Febre amarela e outras doenças, além da divulgação de cartazes,
cartilhas, folhetos e outros materiais educativos referentes aos cuidados a
serem tomados no combate aos vetores;
IV - mobilizar a comunidade na promoção de mutirões visando a eliminação
de locais propícios à proliferação de vetores, inclusive dentro das residências,
domicílios e terrenos em geral;
V - realizar tratamento focal utilizando larvicidas ou inseticidas nos locais
com proliferação de vetores transmissores da dengue, febre amarela e outras
doenças, de acordo com as indicações e normas técnicas.

Art. 6° O Poder Executivo Municipal promoverá as ações de Polícia
Administrativa visando impedir hábitos e práticas que exponham a população
ao risco de contrair doenças relacionadas a vetores e, em especial, aos
transmissores da dengue e febre amarela.

Art. 7° O Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de Controle de
Vetores fará as inspeções nas residências, nos estabelecimentos comerciais,
industriais e congêneres atendendo às instruções que lhes serão ditadas pela
Fundação de Saúde de Angra dos Reis.
§ 1º Encontrando ambiente propício ao criatório de larvas e mosquitos da
dengue ou febre amarela, mesmo não existindo larvas e nem mosquitos, fará
notificação de advertência ao responsável pela residência ou estabelecimento,
preenchendo formulário específico, para em 48(quarenta e oito) horas se
responsabilizar pela eliminação do(s) foco(s), entregando uma das vias ao
responsável pelo imóvel e colhendo sua assinatura.
§ 2º Havendo recusa em assinar, o Agente de Combate às Endemias e/ou Agente
Controle de Vetores relatará o fato e colherá assinatura de mais 01(um) servidor
público. Na falta deste, poderá ser colhida a assinatura de 02(duas) testemunhas
devidamente qualificadas que substituirá a ciência do responsável.

Art. 8° Caso o Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de Controle
de Vetores encontre no imóvel algum foco de larvas e/ou mosquitos Aedes
aegypti e Aedes albopictus, recolherá do recipiente a água com as larvas para
a confirmação mediante análise e, através de formulário específico apresentará
relatório que conterá as seguintes informações:
I - quantidade de focos de larvas e de mosquitos no mesmo imóvel;
II - a existência ou não de advertências anteriores;
III - se o quintal, pátio ou ambiente externo da residência ou estabelecimento
estava ou não bem limpo e conservado;
IV - se o responsável pelo imóvel criou dificuldades para o trabalho de inspeção;
V - se o foco encontrado estava em local de difícil constatação;
VI - outras anotações que entender necessárias, inclusive justificativas e queixas
do morador, proprietário ou administrador do imóvel inspecionado.
Parágrafo único. Preenchido o formulário de que trata este artigo, o Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de Controle de Vetores destacará uma
via e a fará acompanhar o material recolhido para exame.

Art. 9º O Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de Controle de
Vetores que ficar impedido de vistoriar o imóvel por qualquer motivo ou por
se encontrar fechado e ou estar sem morador no local, deverá o Município
identificar o proprietário para notificar ou mover ação judicial, ao qual será
dado o prazo de 48 (quarenta e oito) horas para que possa ser vistoriado.
Parágrafo único. Caso a vistoria não tenha sido permitida no prazo estabelecido
na notificação, será emitido auto de infração, cuja multa pecuniária variará
de acordo com a gravidade na forma do art. 10 e parágrafos.

Art. 10. Caso seja confirmada existência de larvas do mosquito Aedes Aegypti
ou Aedes Albopictus, o responsável pelo exame laboratorial encaminhará o
relatório de que trata o art. 8 ‹ para a autoridade administrativa competente,
informando-a da ocorrência, a fim de que seja lavrada a devida notificação
de advertência.
§ 1° A notificação de advertência deverá conter as recomendações que
o morador, proprietário, gerente ou responsável pelo imóvel residencial,
comercial ou industrial deverá adotar em relação ao combate dos focos de
larvas e/ou mosquitos da dengue e febre amarela.
§ 2° Caso as medidas contidas na notificação de advertência não sejam seguidas
no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, será lavrado auto de infração com
arbitramento de multa.
§ 3° A multa tomará em consideração as informações constantes do relatório
preenchido pelo Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de Controle
de Vetores, e para efeito de cobrança a multa terá o valor mínimo de 50
(cinquenta) UFIR, e o máximo de 1.000 (hum mil) UFIR, conforme grau
de gravidade, em caso de residência, conforme art. 12.
§ 4° Em caso de reincidência a multa estabelecida será o dobro da última
infração.
§ 5° A cada nova reincidência, a multa será dobrada em relação àquela
imediatamente anterior.
§ 6° Os recursos arrecadados com as multas deverão ser destinados à
constituição de Fundo para custear ações no combate à dengue e à febre
amarela, além de outras epidemias que vierem eventualmente a se manifestar
no município.

Art. 11. Quando o autuado for pessoa jurídica, a fixação da multa nunca
poderá ser inferior à 1.000 (hum mil) UFIR, ainda que se trate de micro ou
pequena empresa, estando ou não na informalidade.

Art. 12. Para que o Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de Controle
de Vetores possa emitir auto de infração, conforme a gravidade, ficam
estabelecidos os seguintes graus:
I - Residência:
50 UFIR – Leve.................................................................... 01 (um) foco.
150 UFIR – Moderado................................. 02 (dois) a 04 (quatro) focos.
500 UFIR – Grave............................................05 (cinco) a 07 (sete) focos.
1.000 UFIR – víssimo.............................................Mais de 07 (sete) focos.
 Impedir o Agente de Vistoriar.
II - Empresa:
1.000 UFIR – Leve............................................................... 01 (um) foco.
2.000 UFIR – Moderado...............................02 (dois) a 04 (quatro) focos.
3.000 UFIR - Grave.........................................05 (cinco) a 07 (sete) focos.
5.000 UFIR – víssimo............................................ Mais de 07 (sete) focos.
Impedir o Agente de Vistoriar.

Art. 13. A autoridade administrativa notificará o autuado mediante carta com
aviso de recebimento, da qual constará uma via do auto de infração, outra
do relatório preenchido pelo Agente de Combate às Endemias e/ou Agente
de Controle de Vetores e na qual constará a advertência expressa de que terá
10 (dez) dias para apresentar sua defesa, ocasião em que poderá juntar os
documentos que entender conveniente.
§ 1° Para oferecer defesa, o autuado deverá apresentar suas razões sucintas e
por escrito junto ao Protocolo Geral da Prefeitura Municipal.
§ 2° O Agente de Combate às Endemias e/ou Agente de Controle de Vetores
será ouvido, e lavrado o termo, toda vez que a defesa contestar parcial ou
totalmente o seu relatório.
§ 3° A autoridade administrativa competente para apreciar a defesa do
autuado e proferir decisão será o Diretor da Vigilância Ambiental.

Art. 14. O autuado deverá ser notificado da decisão por carta com aviso
de recebimento, podendo oferecer recurso no prazo de 10 (dez) dias, ao
Presidente da Fundação de Saúde de Angra dos Reis - FuSAR, para que decida de forma irrecorrível.
Parágrafo único. O recurso deverá ser apresentado junto ao Protocolo Geral
da Prefeitura Municipal.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Time Real Jovem do Frade vence a Copa Zungú


O time Real Jovem do Frade sagrou-se campeão da 1ª edição do Campeonato Regional de Futebol de Campo de 2018, (Copa Zungú) ao vencer pelo placar de 1 a 0 a equipe da Serra D'água. A decisão aconteceu na tarde do último domingo (23/12), no campo de Serra D'água.

Em terceiro lugar ficou a equipe JM do Encruzo e em quarto lugar o time Nova Aliança, ambas do bairro Encruzo da Enseada.

O artilheiro da competição foi o atleta Denilson Balbino, (Real Jovem do Frade) com sete gols marcados. Já o goleiro menos vazado foi do tima da Serra D'água.

PREMIAÇÃO:

1°  Campeão: R$ 1.300, 00 mais troféu e medalhas

2° vice Campeão:R$ 400,00 mais troféu e medalhas

3° colocado: R$ 200, 00 mais troféu e medalhas

4° colocado;  troféu e medalha.





quarta-feira, 21 de junho de 2017




COMOVENTE!!
Muito forte o desabafo da mãe do jovem Frankley Silva Alves, que faleceu no Hospital Geral da Japuiba.

terça-feira, 21 de março de 2017

Manifestantes interditam rodovia em protesto contra falta de repasse para Creche Santa Rita

Moradores de Santa Rita 2, realizaram uma manifestação contra o atraso da Prefeitura no repasse para a  Creche Santa Rita. Os manifestantes fecharem completamente rodovia Rio Santos em frente a Creche Santa Rita, na tarde desta terça-feira (21). O grupo colocou fogo em pneus e madeiras para fechar a via.





domingo, 5 de março de 2017

Jararaca-verde a serpente peçonhenta brasileira que poucos conhece

A jararaca-verde (Bothrops bilineata) é uma serpente arborícola da família dos viperídeos, sendo encontrada na Amazônia e nas matas do Le
ste do Brasil.
Mesmo sendo uma espécie muito rara, é comumente encontrada na região equatorial do Brasil, a Amazônia, onde caça pássaros e mamíferos. Também é vista na Bahia e no Rio de Janeiro. É arborícola, gostando de passar toda a vida em árvores altas, onde se abriga ou se esconde. Caça também ratos, lagartos e rãs.




Bothriopsis bilineata é uma espécie pit viper venenosos encontrados na região amazônica da América do Sul. A verde pálido espécies arbóreas que podem atingir um metro de comprimento, é uma importante causa de picada de cobra em toda a Amazônia inteira. Duas subespécies são reconhecidos atualmente, incluindo os subespécie nominal descritos aqui.





Adultos geralmente não crescem a mais de 70 cm de comprimento, embora alguns possam chegar a 100 cm. O tamanho máximo registado é de 123 cm. O corpo é relativamente magro, com uma cauda preênsil.




O padrão de cores consiste de uma cor de fundo verde pálido que é revestida com um ou outro dorsalmente peppering um dos pontos pretos, ou uma série de tan ou avermelhada manchas castanhas que são geralmente emparelhados. As ventrais são limitadas por uma linha de creme amarelo correndo o comprimento do corpo, enquanto a barriga em si é amarelo e delimitada com um tom de verde.



A última parte da cauda é rosa e fronteira com amarelo. A cabeça ou é verde com uma dispersão de pequenas manchas pretas ou verdes com isolados tan ou avermelhada manchas marrons que estão cercados de preto. A íris é verde pálido enquanto as labiais são verde amarelo, muitas vezes com manchas pretas.




Distribuição geográfica
Os subespécie nominal, B. b. bilineata, tem listras verticais escuras nas escalas supralabial e um padrão dorsal de manchas castanho avermelhado, com manchas pretas.





Suriname, Guiana Francesa, Brasil, Equador, Peru e Bolívia. Uma população isolada é conhecido da vertente atlântica do sudeste do Brasil.



Várzea floresta tropical, em arbustos, palmeiras e árvores, especialmente nas proximidades da água. Sempre encontrado em arbustos e árvores ao longo de córregos ou ao longo das bordas de clareiras da floresta. Principalmente associado com floresta primária, embora também foi encontrado na antiga floresta secundária perto da floresta primária.




Comportamento

Noturnos, esta espécie passa o dia escondido na folhagem espessa, ocos de árvores ou na base de folhas de palmeiras, e sempre em locais onde podem ancorar-se com sua cauda preênsil. Eles tendem a confiar em emboscada em vez de ativamente caça de presas.




Alimentação

A consistência da dieta de pequenos mamíferos, como o rato gambás (Marmosa), ratos, pássaros, lagartos e rãs. Jovens tendem a permanecer mais perto do chão para se alimentar de pequenos sapos e lagartos.










Reprodução

Ovovivíparas, com as fêmeas dão à luz filhotes vivos.




Veneno
Esta espécie é uma importante causa de picada de cobra em toda a região amazônica inteira. Devido à sua natureza arborícola, a maioria das mordidas são a parte superior do corpo, incluindo mãos, braços e rosto.
Os sinais clínicos incluem coagulopatia, hematomas e sangramento profundo espontânea. Sintomas relatados de histórias de vários casos incluem dor local, edema, equimose, sangramento das gengivas, perda de consciência, hematêmese, hematúria, febre, eritema, sangramento das perfurações Fang, de choque, sangramento na boca, nariz e olhos, náuseas, e sangue incoagulável. Pelo menos uma morte foi relatada.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Embarcação pega fogo perto da Ilha Paquetá em Angra

Uma embarcação pegou fogo no fim da manhã desta terça-feira de carnaval, próximo á Ilha Paquetá região do Frade, Angra dos Reis.


 Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio aconteceu nas proximidades da Ilha de Paquetá,  os agentes conseguiram apagar as chamas, mas a embarcação, batizada com o nome de "Shammah R", ficou destruída e afundou. Ninguém ficou ferido.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Partido da Mulher Brasileira é punido por só promover candidatos homens na TV

O PMB mineiro perdeu parte de seu tempo no horário partidário por não cumprir a cota mínima de espaço para mulheres e por promover pessoalmente os irmãos Prado

Apesar do nome, o Partido da Mulher Brasileira não tem dado espaço para as mulheres em sua propaganda partidária exibida na televisão. Na noite de quarta-feira, o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) cassou por unanimidade parte das inserções do PMB por descumprimento do percentual mínimo do tempo das inserções para promoção e divulgação da participação política feminina e pela veiculação de promoção pessoal de detentores de mandato eletivo. A Lei dos Partidos determina a reserva de 10% do tempo de propaganda para a divulgação da participação das mulheres na política.

De acordo com o TRE-MG, as irregularidades foram verificadas em inserções veiculadas no primeiro semestre de 2016. Nessas propagandas partidárias, as inserções do PMB com teor de promoção e difusão da participação feminina foram veiculadas aquém do mínimo do tempo total das inserções de propaganda.

Além disso, de acordo com a Justiça Eleitoral, o partido promoveu a exaltação dos irmãos Welinton Prado (PMDB), deputado federal, e Ismar Prado (PMB), vereador em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com destaques dos seus feitos, “em detrimento dos projetos e ideologias do próprio PMB”.

Em sua defesa, o PMB, que em todo o país abriga mais homens que mulheres em seus quadros, alegou que as inserções veiculadas por quatro emissoras e usadas como amostra pelo Ministério Público Eleitoral, autor da representação contra a legenda, não exibiram a fala do filiado Célio Frois, que teria “promovido e difundido” a participação feminina na política. Frois foi candidato derrotado a vereador nas eleições da capital mineira.

O PMB tem 1468 filiados em Minas, sendo que pouco mais da metade (50,20%) são mulheres. Já em todo o Brasil, a proporção maior é de homens. Eles representam 54,8% dos 38.242 filiados da legenda em todo o país. Na Câmara dos Deputados, a legenda, além de Welinton Prado, tem mais um representante, o deputado Pastor Luciano Braga (BA).

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Mãe reclama do descaso para atendimento de filho na saúde pública de Angra

Elizete Soares, moradora do Bairro Santa Rita 2, mãe de uma criança de um ano, reclamou do atendimento nas unidades de saúde do municipio, ela postou em sua rede social, nesta quinta-feira 16/02,  um relato de sua saga em busca de atendimento para seu filho, que segundo ela apresenta febre persistente  ha quatro dias, ela disse que levou o filho ao Hospital de Praia Brava, onde passou por exames e foi diagnosticado sintomas de dengue, porem o medico que fez o atendimento não podia repetir o exame,alegando que neste caso somente nos módulos faz o acompanhamento,. Em virtude do estado clínico da criança ela procurou atendimento no SPA Frade, onde não existia nenhum medico de plantão, por fim ela fez o exame na rede privada. 

Confira a integra do desabafo da moradora,


Feam anuncia volta de atendimento referenciado no Hospital de Praia Brava


A  Fundação Eletronuclear de Assistência Médica (Feam), anuncia que a partir do dia 06/03, voltará o atendimento no Hospital de Praia Brava, ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) de forma referenciada, que é quando o cidadão somente é atendido se encaminhado pela rede municipal de saúde.

domingo, 22 de janeiro de 2017

chuva torrencial deixa Parque Mambucaba, Angra dos Reis completamente inundada

 As fortes chuvas registradas na tarde deste domingo (22) alagaram ruas e avenidas em Angra dos Reis,  O 4º distrito foi o mais atingido com um temporal, no Frade houve queda de raios no Morro da Constância, queimou vários aparelhos eletrônico.
No Parque Mambucaba os Rios transbordaram e inundou varias ruas.  
veja a seguir fotos enviadas para o whatsapp do blog Frade Online.
fotos enviadas por Talita Reis, moradora de Mambucaba,








quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Avião cai em Paraty, com ministro do STF, Teori Zavascki




Um avião de pequeno porte caiu nesta quinta-feira, 19, no mar em Paraty, de acordo com informação o ministro Teori Zavascki está na lista de passageiros. Segundo a assessoria do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori estava em São Paulo e seu nome estava entre os passageiros, mas a Corte não confirma se o ministro embarcou. Não há confirmações sobre mortes.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o avião caiu no mar, próximo à Ilha Rasa, Os bombeiros não informaram se há sobreviventes.
Na hora do acidente, chovia forte em Paraty e a região estava em estágio de atenção.

veja vídeo do resgate da aeronave 



Manifestantes incendeiam ônibus na Rio-Santos, em Paraty, contra aumento da passagem


Moradores de Paraty, fecharam a BR-101 (Rodovia Rio-Santos) e incendiaram um ônibus da empresa Colitur, nesta quinta feira(19). O motivo da manifestação foi o reajuste das tarifas dos ônibus intermunicipais.
Os moradores já havia fechado a rodovia no Sábado dia 14,  quando os novos preços começaram a valer.
 
O aumento é de 6,99%. Confira como ficaram os valores dos bilhetes na Costa Verde.
 
Valor atual
Angra dos Reis x Paraty - R$ 14
Angra dos Reis x Vila Residencial - R$ 7
Paraty x Vila Residencial - R$ 7
Paraty x Parque Mambucaba - R$ 7 (nesta linha a empresa fazia uma promoção e era cobrado o valor de R$ 5. Agora a promoção também acabou e todos vão pagar o valor de R$ 7)

Valor antigo
Angra dos Reis x Paraty - R$ 12,50
Angra dos Reis x Vila Residencial - R$ 6,25
Paraty x Vila Residencial - R$ 6,25
Paraty x Parque Mambucaba - R$ 6,25

sábado, 14 de janeiro de 2017

Vlogueiro de Angra vive sob ameaças de morte e pede ajuda para proteger a família

O vlogueiro angrense, André Kovalic, entrou em contato com o blog Frade Online, pelo whatsapp, ele comentou sobre um momento difícil que está passando sob ameaças contra sua vida e contra a vida de sua família, pediu apoio a este blog, para divulgar o que está acontecendo, que segundo ele, quanto mais noticiar, mais ele se sentirá seguro.Ele relatou o ocorrido em sua residência às vésperas do Natal. Ele disse que estava na casa de familiares para passar o Natal, e quando retornou encontrou sua residência com as portas quebradas e tudo revirado dentro da casa, "Quebraram tudo, meus moveis, minha TV e até ventiladores, só levaram um HD e cinco pendrives. Disse".
 André foi candidato a vereador em 2016, pelo PSDB, obteve 470 votos, e é um comunicador social atuante e bastante polemico, com isso adquiriu bastante seguidores e alguns inimigos virtuais, seus adversários criticam seu trabalho alegando ser muito reativo.  
Kovalic nos enviou algumas fotos e um vídeo de sua residencia toda revirada, e ao falar sobre o assunto, disse apenas que não faz a minima idéia de quem foi que fez isso. 
Veja abaixo o pedido de AK.



quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Confira o boletim do Inea das praias próprias e impróprias para banho em Angra dos Reis

O Inea (Instituto Estadual do Ambiente) divulgou uma lista com as praias próprias e impróprias para banho em Angra dos Reis.
De acordo com a pesquisa, seis locais são considerados inadequados para o banho de mar, por causa da baixa qualidade da água.
Além disso, o Inea recomenda que o banho de mar seja evitado nas primeiras horas após a ocorrência de chuva e próximo à saída de galeria de águas pluviais ou canais de drenagem.
Confira a lista de praias próprias e impróprias em Angra dos Reis:


As informações são do último boletim  de balneabilidade divulgado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), em  17 de OUTUBRO de 2016 
CLICA P/ AMPLIAR




Próprias
- Praia Grande
- Praia Brava
- Praia da Mambucaba
- Praia das Gordas
- Praia da Costeirinha
- Praia da Garatucaia
- Praia da Japuíba
- Praia do Retiro
- Praia das Éguas
- Praia da Bexiga
- Praia da Biscaia
- Praia da Figueira
- Praia do Laboratório
- Praia Vermelha

Praias Impróprias

- Anil
- Bonfim
- Jacuecanga
- Enseada
- Frade
- Itinga

domingo, 30 de outubro de 2016

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Terreno próximo ao SPA- Frade continua um lixão a céu aberto

A população do Frade está sofrendo com o descarte irregular do lixo. Há vários pontos de descartes de lixo, incluindo resíduos e entulhos e até produtos vencidos e restos de supermercados, o blog Frade Online vem denunciando estes descasos há pelo menos cinco anos, porém, sem respostas definitivas, normalmente os responsáveis tomam providencias por um pequeno período ate a população esquecer e retornam tudo. Alem dos terrenos baldios onde são despejados entulhos e lixos, semanalmente, existe o ponto macro da imundícia que é a área dos antigos alojamentos de furnas situada entre as ruas Francisco de Souza e rua Beira Rio. Neste local predomina o lixão a céu aberto  24 horas, os moradores não suportam mais tanto  descaso. O terreno se transformou em um depósito de lixo e entulhos a céu aberto.

O lixo descartado incorretamente causa vários problemas:
  • Doenças: O lixo descartado em lixões a céu aberto e até mesmo em terrenos baldios, com certeza atrai escorpiões, ratos, mosquitos, entre outros. E assim, transmite doenças infecciosas como diarreias, podendo também virar abrigo de larvas de mosquitos como o Aedes aegypti. 
  • Enchentes e Inundações: Quando o lixo é descartado em vias públicas, o mesmo vai acumulando ao ponto de entupir a canalização de esgoto, e assim quando chove, causa inundações e enchentes. Enfim, vários são os problemas causados pelo descarte incorreto de lixo e resíduo, cabe a nós cidadãos termos a consciência que a obrigação de zelar por um meio mais preservado é nossa, e meio ambiente preservado é sinal de saúde.

Legislação direta
Artigo 54 da Lei nº 9.605 de 12 de Fevereiro de 1998Art. 54. Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora:
Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.
REVEJA OUTRAS POSTAGENS  COM RELAÇÃO AO LIXO DO FRADE

https://fradeonline.blogspot.com.br/2013/01/o-frade-continua-um-lixao-ceu-aberto.html

https://fradeonline.blogspot.com.br/2013/07/moradores-do-frade-reclamam-de-lixao-e.html

https://fradeonline.blogspot.com.br/2012/05/onde-estao-as-ortoridades-municipais.html

https://fradeonline.blogspot.com.br/2012/05/onde-estao-as-ortoridades-municipais.html

https://fradeonline.blogspot.com.br/2014/03/frade-volta-ser-um-lixao-ceu-aberto.html

https://fradeonline.blogspot.com.br/2015/04/prefeitura-aterra-o-lixo-denunciado.html

https://fradeonline.blogspot.com.br/2015/09/moradores-do-frade-sofrem-com-o-descaso.html